The Medium estreia com Recepção Mista de críticos e jogadores

28/1/21

Após um longo tempo de espera e um último mês com muitas campanhas de marketing, The Medium, novo jogo exclusivo para PC e Xbox Series X/S finalmente foi lançado.

Porém, como a Microsoft trabalhou duro no último mês para aumentar o hype no jogo, muitos esperaram uma grande mudança de rumo nos jogos de terror, principalmente pela promissora gameplay e mecânica inédita de alternância entre mundos paralelos.

Antes de continuar, confira nossa Caneca oficial com design exclusivo.

Outro grande ascpécto que chamou a atenção dos fãs, é que finalmente teríamos um jogo de terror com aplicação da tecnologia RayTracing desenvolvido para as novas plataformas de games.

O jogo chegou ao mercado com um belíssimo trailer de lançamento evidenciando a beleza dos gráficos e revelando um pouco mais sobre a história do jogo, nos trazendo uma atmosfera de mistério e terror que em muito tempo não prestigiávamos em um jogo com grande orçamento.

Porém o lançamento do jogo foi meio frio, principalmente no que diz respeito à recepção da mídia que varia entre notas muito boas e muito ruins, a nota média de The Medium de acordo com 34 críticas especializadas no metacritic é de 76/100, o que coloca o jogo em uma posição apenas pouco acima da média.

"Alguns dos melhores jogos de terror da última década ofereceram sustos sem combate. Afinal, edifícios abandonados são mais assustadores quando você não consegue se defender contra as sombras. No entanto, a falta de combate do Medium destaca o desafio de deixar a atmosfera e os quebra-cabeças levarem uma experiência de terror. A ideia de explorar realidades divididas é legal, mas a Bloober Team precisava de outro gancho de jogabilidade para pendurar seu chapéu, porque este show de terror é um pouco superficial."

Diz a crítica do portal Game Informer que atribuiu a nota média de 68/100.

"Eventualmente, os fios narrativos em The Medium começam a se entrelaçar, até mesmo conectando-se ao objetivo original de descobrir as origens de Marianne. A promessa de que tudo se conecta de alguma forma imprevista e fascinante é uma razão emocionante para ver o jogo até o fim. As conexões com eventos do mundo real da história polonesa tornam muitas das revelações ainda mais pungentes - mesmo que os aspectos sobrenaturais sejam ficcionais, é profundamente perturbador pensar sobre como parte do mal presente neste jogo realmente ocorreu. E, para esse fim, a conclusão em The Medium fica com você; é um último lembrete horrível de que o trauma pode não definir uma pessoa, mas pode ter consequências que nem podemos começar a prever se não for tratado adequadamente e simplesmente deixado para apodrecer com o tempo. Não posso dizer que gostei do final de The Medium, mas estou profundamente satisfeito com a forma como ele configura a natureza inevitável de sua conclusão horrível."

Diz a crítica do portal GameSpot que atribuiu a nota alta de 90/100.

"The Medium é um jogo pobre que está repleto de bugs, ideias ruins e algumas coisas boas para se olhar."

Resume a crítica da revista CG (que pode ser lida aqui) e que atribuiu a nota mais baixa ao jogo 45/100.

Obviamente o que irá ditar a qualidade do jogo e o poder que ele tem para divertir é a sua experiência, portanto, se você ainda não adquiriu o jogo procure portais de sua confiança ou críticos que possuem um gosto semelhante ao seu, pois caso contrário você poderá perder uma excelente experiência, ou se livrar de uma grande decepção.

De quaquer forma, The Medium segue disponível para PCs com sistema Microsoft e Xbox Series S/X exclusivamente.

Por: PhMordred

As notícias mais quentes