The Last of Us Part 2: Final do game seria muito mais sombrio

17/11/20

The Last of Us Part 2 apresentou uma história de vingança partindo de diferentes pontos de vista, o protagonismo dado à Ellie causou controvérsia dentro da comunidade gamer, pois uma parcela não aceitou o fato de que Joel não seria mais o personagem principal (mesmo Ellie sendo peça central da história do primeiro game).Os trechos abaixo contém Spoilers.Porém, mais polêmico que a troca de personagens, foi o final do game e a decisão tomada por Ellie, que viu em si mesma a destruição de Joel e decide no último instante poupar a vida de Abby, personagem que foi jogável durante uma parte do jogo em que temos a oportunidade de entender seu ponto de vista.Mesmo Ellie optando por poupar a vida de sua antagonista, ela acaba sua história sozinha, sem família e tendo que deixar para trás a única lembrança que restou de Joel, seu violão, pois após a batalha final ela acaba perdendo alguns dedos, que a impossibilita de acessar fisicamente a última peça que a ligava à Joel.Abaixo podemos ver o crítico de cinema Raphael PH Santos analisando pontos cinematográficos presentes no final de The Last of Us Part 2, e caso não tenha visto seu primeiro vídeo, clique aqui.https://www.youtube.com/watch?v=43kHsnIoGc0Porém, em entrevista ao Game Informer, Neil Druckman, diretor do jogo e a principal roteirista Halley Gross disseram que Ellie poderia seguir um caminho muito mais sombrio e trágico ao final de The Last of Us Part 2.

"Quando eu assinei [o roteiro], muitas das versões eram muito parecidas", revelou Gross. "Fizemos várias iterações sobre o que esse último ato representaria, mas a ideia final foi que Ellie mataria Abby. No meio da produção, mudamos isso e Ellie desistiu no último segundo para [ilustrar] que algumas pequenas parte da velha Ellie, a Ellie com a humanidade, a Ellie que é impactada por Joel, e que ainda existe dentro dessa personagem que foi tão ultrapassada por sua busca por vingança. "

A mudança foi sugerida após a equipe deliberar sobre o destino de Lev e Yara, em que discordaram várias vezes sobre se eles morreriam ou não, e após um argumento ser levantado sobre o porquê Lev deveria sobreviver, Neil achou que não fazia mais sentido deixar Abby morrer. No primeiro momento Halley Gross ficou chocada com a decisão, mas compreendeu que isso traria mais humanidade à Ellie e potencialmente abriria caminho para um terceiro jogo futuramente.

"Deixar Abby viver parecia errado, tematicamente, no inicio", disse Druckmann. "Mas no final do dia, pareceu mais honesto para a personagem. O tema mudou um pouco, mas nossa principal prioridade sempre é ser honesto com o personagem e com as coisas que estamos tentando atingir, mas elas só funcionam se formos consistentes com o personagem que estamos escrevendo. "

The Last of Us Part 2 segue disponível para PlayStation 4.Por: PhMordred...

...E é claro, se você curte animes e desenhos, pode aprender a desenhar seus personagens favoritos em uma promoção exclusiva para leitores da Cyber Horus com um descontão especial para você, clique no banner abaixo e confira.

As notícias mais quentes