Pink Money: Personagem Transgênero em Hogwarts Legacy não deixará JK Rowling Menos Rica

3/3/21

Novidades de Hogwarts Legacy foram divulgadas e muitos fãs estão comemorando o fato de poderem criar um personagem transgênero para realizar sua campanha no game, se por um lado muitos fãs estão felizes por criarem um personagem que os representa no universo Harry Potter, outros estão sentindo que esta possibilidade é um "tapa na cara" de JK Rowling.

Para quem não conhece Hogwarts Legacy, o jogo se passará cerca de 100 anos antes dos acontecimentos dos livros e filmes da franquia Harry Potter, e alguns desenvolvedores que não revelaram suas identidades informaram ao portal Bloomberg que será possível criar personagens transgêneros no game, podendo customizar até mesmo sua voz, além das opções de "bruxa" ou "bruxo". Os desenvolvedores ainda falaram que "houve resistência da administração no início", mas a opção de criação de personagem atualmente faz parte do jogo.

Após a matéria ir ao ar, nem a Warner Bros Games, ou a autora da obra se pronunciaram sobre o artigo. Para quem não entendeu, a autora JK Rowling, criadora de todo o universo Harry Potter causou grande polêmica nos últimos anos ao fazer declarações transfóbicas e "popularizando" a cultura do cancelamento, principalmente após defender a manutenção de Johnny Depp em Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindewald.

Apesar da sequência de Animais Fantásticos e Onde Habitam não ter repetido o sucesso comercial do primeiro filme, JK Rowling continuou suas declarações polêmicas e decisões questionáveis, o que levou a Warner Bros a reduzir sua participação em algumas coisas do universo Harry Potter que estavam em desenvolvimento.

Devemos, por outro lado, entender que ela ainda é a autora e criadora do universo Harry Potter e com isso ele ainda é detentora dos direitos da obra, ganhando royalties pelas vendas de filmes, jogos, livros ou qualquer outro produto licenciado e justamente por este universo ter grande potencial comercial, obviamente as empresas que produzem os conteúdos deste universo não ligam verdadeiramente para a imagem pública, desde que alcancem seu objetivo principal, ganhar dinheiro.

No ano passado, o presidente da WB Games, David Haddad, abordou a situação durante uma sessão de perguntas e respostas da empresa, afirmando que discorda da posição de Rowling, mas que ela é livre para expressá-la opinião. Então deixo um comentário pessoal, e obviamente não condeno os fãs que comprarem o game que realmente parece estar muito incrível.

E é claro que ainda assim se pessoas trans quiserem comprar o game simplesmente por sua campanha e liberdade de se sentir representado neste universo tudo bem. Porém, devemos ter consciência que não é possível comprar o game, criar um personagem transgênero e esperar que isso de certa forma estará afetando negativamente Jk Rowling e sua conta bancária, pois o simples uso de sua marca renderá parte dos lucros para a autora independentemente da sexualidade e gênero de seu personagem.

Ainda não há uma confirmação oficial por parte da Warner Bros Games sobre a inclusão da possibilidade de se criar um personagem transgênero, mas Hogwarts Legacy está previsto para ser lançado em 2022 para PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X/S e PC.

Por: PhMordred

As notícias mais quentes