Hideo Kojima Fala Sobre Razão de Não Gostar de Mídias Digitais

6/8/21

Fãs de jogos eletrônicos ao redor do mundo conhecem ou pelo menos já ouviram falar da lenda Hideo Kojima, mas caso você não saiba quem é o grande desenvolvedor de games, muito provavelmente já deve ter jogado ou ouvido falar em Metal Gear Solid, Death Stranding ou até mesmo do reboot de Silent Hill que foi cancelado mesmo após uma demo avassaladora no início da geração do PlayStation 4.

De qualquer forma, Hideo Kojima chegou em um ponto de sua carreira que não só suas ideias, mas algumas coisas que são ditas sobre o mercado de jogos e desenvolvimento de games devem ser ao menos cosideradas e analisadas, mesmo que algumas destas opiniões sejam polêmicas como seus tweets mais recentes publicados, onde Kojima fala sobre sua aversão à mídias digitais e preferência por mídias físicas.

A publicação foi feita pouco depois de mostrar um novo CD que comprou, Kojima começou a explicar por que ainda gosta de comprar mídia física, embora tenha começado a ficar um pouco mais difícil de encontrar em alguns casos.

"Eventualmente, mesmo os dados digitais não serão mais propriedade de indivíduos por sua própria iniciativa. Sempre que ocorre uma grande mudança ou acidente no mundo, em um país, em um governo, em uma ideia, em uma tendência, o acesso a ela pode ser repentinamente interrompido."

"Não poderemos acessar gratuitamente os filmes, livros e músicas que amamos. Eu não teria. É disso que tenho medo. Isso não é ganância."

A observação de Kojima possui um ponto interessante de reflexão, já que faz sentido não termos posse total das mídias digitais que estão armazenadas em núvem ou banco de dados das empresas que fizeram a venda, seja Steam, Epic Games Store, PSN ou Xbox Store. Segundo Kojima, se algo acontecer com estas empresas, seus consoles ou contas os jogos, investimento e progresso nos jogos serão perdidos.

Mas o que você acha? Kojima tem razão, ou não há problemas em confiar seus jogos à Sony, Microsoft e outros fornecedores de jogos digitais?

Por: PhMordred

As notícias mais quentes