Demo Falsa e Outras Mentiras: Novidades sobre o desenvolvimento de Cyberpunk 2077

16/1/21

Cyberpunk 2077 foi lançado no dia 10 de dezembro e sua chegada não agradou grande parte da base de fãs que aguardavam o título desde a incrível apresentação feita na E3 de 2018 que apresentava não só uma ambientação incrível, mas também uma qualidade gráfica acima de qualquer coisa apresentada naquele ano, afinal, não parecia apenas um trailer com gráficos em CGI Cinematográfico e sim autêntica aparência de gameplay.

Como os gamers ainda não tinham nenhum grande título com ambientação Cyberpunk em mundo aberto nas grações atuais, a demo mostrada no evento caiu nas graças dos fãs que criaram um hype instantâneo, consequentemente aumentando a pressão em cima da CD Projekt Red que havia lançado seu último jogo, The Witcher 3, em 2015, três anos antes.

Antes de continuar, dê uma olhada em nossa camiseta oficial com design exclusivo.

Desde então, a CD Projekt Red investiu grande parte de seu tempo e dinheiro em divulgar informações que tornavam o jogo cada vez mais atrativo, incrível e ambicioso, chegando ao auge do hype no ano seguinte, quando na E3 2019, a CD Projekt Red mostrou um trailer cinematográfico impecável que terminava com a revelação de Keanu Reeves como um dos personagens presentes em Cyberpunk 2077.

Infelizmente, quando o jogo finalmente foi lançado com a promessa de se tornar o divisor de águas entre as gerações de consoles, o título se provou falho em diversos aspéctos, principalmente ao apresentar falhas graves no PlayStation 4 e Xbox One padrão, isso acabou desencadeando uma série de problemas à CD Projekt Red e seus desenvolvedores que oscilaram entre pedidos de desculpas e a exposição de problemas no processo de desenvolvimento do jogo.

Mais recentemente, Jason Schreier (Bloomberg), conversou com alguns ex-funcionários da CD Projekt Red para compreender melhor os processos que levaram o jogo a chegar neste ponto e descobriu que na verdade a apresentação feita na E3 em 2018 para demonstrar como seria o jogo na verdade foi falsa e desenvolvida apenas para enganar fãs e jornalistas que realmente se mostraram impressionados após a revelação do jogo que mal havia sido iniciado.

"Fãs e jornalistas ficaram maravilhados com a ambição de Cyberpunk 2077. O que eles não sabiam é que a demo era quase toda falsa. A CDPR não tinha finalizado e codificado os principais sistemas de gameplay, por isso, muitas funcionalidades como emboscadas a carros, estão ausentes no produto final. Os programadores disseram sentir que a demo foi um desperdício de meses que deviam ter sido investidos no jogo"

Schreier ainda conseguiu informações sobre os planos iniciais da CD Projekt Red e os desenvolvedores que acreditavam que o jogo não estaria pronto para o lançamento até pelo menos 2022, o que significaria pelo menos seis ou cinco anos de desenvolvimento até finalmente termos o produto final conforme o idealizado pelos devs que trabalharam no projeto, algo aceitável devido ao projeto ser muito ambicioso.

Partindo do ponto que a apresentação de 2018 era praticamente toda falsa, o jogo ainda estava nos estágios iniciais de seu desenvolvimento, porém, mesmo assim a CD Projekt Red fez a promessa de que o game chegaria ao mercado antes do esperado, o que frustrou os fãs a cada novo adiamento, culminando na disponibilidade do jogo de forma incompleta como uma forma de acalmar os ânimos dos fãs que queriam o game no prazo estipulado inicialmente para 16 de abril de 2020.

Vendo o produto final em 10 de dezembro poderemos supor que o prazo previsto para 8 meses antes não seria o suficiente para entregar o jogo, desde abril os desenvolvedores sofreram grande pressão por parte da empresa que chegou a agir de forma abusiva com seus funcionários gerando descontentamento e enfrentamento da parte dos trabalhadores com os executivos.

Aparentemente esta novela está longe de acabar e muitas novidades e polêmicas ainda podem surgir, a CD Projekt Red ainda não se pronunciou oficialmente sobre as declarações do portal Bloomberg.

Cyberpunk 2077 segue disponível para PlayStation 4, Xbox One, PC, Google Stadia e via retrocompatibilidade no PlayStation 5 e Xbox Series X/S até o segundo semestre deste ano quando finalmente a versão de nova geração chegará aos consoles.

Por: PhMordred

As notícias mais quentes