CyberLista: Games com temas políticos para jogar nas eleições

17/11/20

Neste dia 15 de novembro teremos as eleições municipais onde escolheremos os vereadores e prefeitos das cidades de todo o Brasil, porém se você acha que política e games não se misturam, está completamente enganado, há muitos anos os jogos apresentam influências políticas como Wolfenstein 3D, afinal, Aristóteles dizia há mais de 400 anos antes de Cristo que "o ser humano é um animal político".Como animais sem política são apenas animais, listamos alguns jogos com influências políticas para aproveitar o clima de eleições.Need For Speed Heat (2019 - EA)https://www.youtube.com/watch?v=9ewiJJe_nYIAo contrário do que muitos acham, "fazer política" não é ter um cargo público em um dos três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário), fazer política é a forma como você se promove para as outras pessoas, seja para ganhar amizade, simpatia, empatia ou simplesmente para enganar os outros enquanto outros planos mostram hipocrisia e corrupção e é disso que Need For Speed Heat trata.O jogo mostra um ambiente onde há corridas legalizadas de dia valendo dinheiro e a noite corridas clandestinas te fazem ganhar respeito, porém se você correr a noite, saiba que a polícia poderá te prender, o que é o mais esperado quando se faz algo de errado, mas e quando esta polícia ao invés de combater os corredores apenas apreende seus carros em um esquema de tráfico de veículos? Sim uma instituição que deveria proteger os cidadãos acaba sendo a mais suja das instituições, tudo isso enquanto o chefe da polícia realiza discursos hipócritas para a população.O jogo mostra diversos elementos da dualidade criminal e política, como policiais corruptos traficando peças e veículos apreendidos, aceitando suborno e até mesmo participando de corridas clandestinas, por outro lado mostra uma pessoa novata no ramo das corridas tentando provar seu valor e ganhar o respeito dos outros corredores.Mr. President (Developer X - 2016)https://www.youtube.com/watch?v=E1gjiEnboRgEm 2016 muitos estadunidenses imaginaram que Hilary Clinton seria sua nova representante na Casa Branca, mas surpreendentemente, Donald Trump venceu as eleições daquele ano gerando muitos sentimentos conflitantes e como sabemos que as pessoas são movidas por sentimentos e independentemente de achar que está em um bom ou ma momento, o riso é sempre o recurso mais comum a se utilizar e Mr President capta isso de forma primorosa.O senhor Trump está em campanha presidencial e devido sua popularidade há alguém querendo matá-lo e é seu papel como segurança pessoal do candidato tentar protegê-lo desta tentativa de assassinato, mas esta não é uma tarefa fácil, pois em muitos cenários há diversos obstáculos que podem te impedir de cumprir sua missão, desde móveis e muros até mesmo fogo e cercas com arame farpado, o jogo diverte e garante boas risadas tanto para apoiadores quanto para opositores de Donald Trump.Just Cause (Square Enix - 2006/18)https://www.youtube.com/watch?v=BsaZ5Zl7DLMEsta é uma série que respira política e conspirações, pois basicamente todos os jogos da série abordam um pequeno país vítima de um governo autoritário que recebeu apoio de políticas externas para chegar ao poder e agora consolidado quer autosuficiência, virando as costas tanto para seus aliados estrangeiros quanto para o próprio povo e Rico Rodriguez é o homem que deverá ajudar pequenas facções a derrubar o regime e retomar a liberdade de seu povo.A premissa é muito boa, porém além da história o jogo cativa os fãs pela física exagerada e clima de ação intensa como grandes franquias cinematográficas como Rambo e Comando Para Matar abusando de explosões e a velha temática que nunca sai de moda, um povo oprimido por uma ditadura latina brigando por sua libertação.Wolfenstein (Bethesda - 2014/19)https://www.youtube.com/watch?v=q5-8bOdgbQ8Wolfenstein é o pai dos jogos de tiro em primeira pessoa, e chamou a atenção não só por sua jogabilidade inédita em 1981 (Castle Wolfenstein), mas por colocar o protagonista BJ Blascowitz contra soldados nazistas munidos de armas e tecnologia superiores e desde então o jogo ganhou muitas versões e sequências sempre com o mesmo objetivo "Matar Nazistas" e seu auge foi um reboot que reiniciou a série em 2014.O primeiro título do reboot foi elogiado pela crítica e seus jogadores, já que o game trazia uma visão de mundo em que os alemães ganharam a Segunda Guerra Mundial e toda a cultura que conhecemos hoje embora fosse a mesma, era a mesma, porém alemã, ou seja, desde a viajem à lua até os Beatles, eram todos alemães. O jogo possui grande influência Dieselpunk e tem um visual e conceito incríveis.Em 2017 foi lançado The New Colossus, a sequência direta do game de 2014 e foi neste título (após 33 anos) que as pessoas descobriram que o jogo falava sobre política, pois mostra mais explicitamente o ideal nazista na sociedade como pessoas fora da alemanha demonstrando ideais racistas e é claro colocando a Ku Klux Klan como aliada do novo regime. Em contrapartida, a resistência se une a líderes da luta antifascista, comunistas e antiracistas, os inimigos históricos do nazismo. Além dos dois títulos, Wolfenstein ganhou dois spinoffs The Old Blood e The Young Blood.Far Cry (Ubisoft 2004/21)https://www.youtube.com/watch?v=Jp5Y-a_oiPMFar Cry é uma série de jogos que iniciou em 2004, porém com uma premissa simples onde um ex-fuzileiro buscava uma jornalista em uma ilha na micronésia, ao chegar lá era confrontado por monstros. Se você leu esta pequena sinopse do primeiro jogo após assistir o trailer acima deve se perguntar "como fazem parte da mesma série de jogos?".Far Cry possui 14 títulos entre principais e spinoffs, porém apenas em Far Cry 3 fomos indroduzidos mais diretamente à assuntos políticos, pois o jogo mostra uma ilha dominada por piratas que regem um regime de terror e violência, você controla um protagonista perdido e que deve dominar vários territórios para resgatar seus amigos, alguns detalhes desse game podem trazer uma ligação entre o principal vilão com Diego de Far Cry 6 (saiba mais).Far Cry 4 e 5 possuem elementos mais fortes dentro da política e comando de seitas ou facções sempre colocando o protagonista contra tiranos cruéis e loucos, porém o próximo título, Far Cry 6 promete nos colocar contra um vilão líder de uma nação que controla o país com mão de ferro, o trailer mostra que possivelmente o vilão terá discursos com alto poder de convencimento e que acredita estar realizando a coisa certa, diferentemente do vilão de Need For Speed Heat que sabe que está errado e mesmo assim faz seus atos para vantagem própria, o vilão de Far Cry 6 realmente crê estar realizando o que é certo pelo progresso de seu país.Por: PhMordred...

...E é claro se você não quer perder as melhores promoções de jogos, consoles e acessórios do mercado, basta acessar nosso link direto com vantagens que só a parceria entre a Amazon e Cyber Horus poderiam proporcionar. Clique no banner abaixo e confira descontos especiais imperdíveis.

As notícias mais quentes